TRANSPLANTE CAPILAR

Transplante Capilar com a Técnica FUE: o Médico Ideal

 

 Dr. Mauro Speranzini e sua equipe médicaUma difícil decisão está na escolha do médico, cujo trabalho terá um importante impacto em sua vida. O ditado popular diz que o barato sai caro. Na medicina, a escolha errada pode comprometer também nossa saúde física e mental, geralmente de forma irreversível. Assim, a decisão pelo médico responsável pelo seu transplante capilar com a técnica FUE deve ser criteriosa.

Qualquer que tenha sido a maneira de chegar até o médico, analise cada um dos critérios abaixo. Isoladamente nenhum é suficiente para qualificá-lo, mas são importantes referências.

  • Certifique-se que o responsável pela seu implante capilar com a técnica FUE  é efetivamente um médico. Checar em qual faculdade de medicina se formou também é importante.
  • Onde fez Residência em Cirurgia Geral?
  • Onde fez Residência em Cirurgia Plástica?
  • Fez pós-graduação?
  • Tem Título de Especialista?
  • É sócio da International Society of Hair Transplantation Surgery (ISHRS)?
  • É sócio da Associação Brasileira da Restauração Capilar (ABCRC)?
  • Há quantos anos faz transplante capilar?
  • Realiza número significativo de cirurgias de transplante capilar com a técnica FUE por mês?
  • Frequenta congressos no Brasil e no exterior que tratam de transplante capilar com a técnica FUE?
  • Visita os melhores profissionais especialistas em transplante capilar de outros países?
  • É respeitado pelos seus pares?
  • É convidado para ministrar aulas nos principais congressos de transplante capilar com a técnica FUE?
  • Como são seus resultados (fotos pré e pós operatórias)?
  • É um profissional ético?
  • Respeita as normas da Vigilância Sanitária?
  • Respeita as normas do Conselho Federal de Medicina? Lembramos que não cobrar a consulta médica ou obter avaliação por “consultores” antes da cirurgia é considerado antiético pelo CFM
  • Teve processos e foi condenado no Conselho Federal de Medicina?
  • Houve empatia com o médico?
  • Sentiu credibilidade durante a consulta?

Confira este breve vídeo do Dr. Mauro falando sobre a importância do médico ideal no transplante de cabelo :

 

O que é Fundamental no Transplante Capilar com a Técnica FUE?

Três coisas são essenciais para um bom resultado:

  • Qualidade técnica
  • Quantidade adequada de cabelo transplantado
  • Planejamento em longo prazo
  1. Entende-se como qualidade técnica um implante capilar bem realizado

Para isso, você deve observar se o médico escolhido e sua equipe reúnem os atributos a seguir:

  • Cirurgião habilitado, equipe treinada, equipamentos cirúrgicos de última geração e ambiente cirúrgico seguindo os rigorosos padrões exigidos pela vigilância sanitária
  • Desenho natural da linha anterior
  • Retirada de fios da área doadora da forma menos traumática possível visando manter a integridade das unidades foliculares retiradas e daquelas que permanecem na área doadora
  • Realização de micro-incisões de 0,5 mm de largura na área receptora respeitando-se a inclinação dos fios remanescentes originais. Atenção para a densidade variável (com prioridade para áreas específicas)
  • Colocação das unidades foliculares de 1, 2 ou 3 fios em regiões específicas objetivando naturalidade e densidade específicas para cada região da área receptora, com auxílio de implantadores com agulha sem corte (Técnica DNI – Dull Needle Implanter)
  • Orientação quanto aos cuidados pós-operatórios
  • Acompanhamento até o resultado final

 

  1. Quantidade Adequada de Cabelo Transplantado

Um implante de cabelo bem realizado, porém com poucos fios não trará um resultado satisfatório. A área doadora definirá quantos fios podem ser transplantados considerando a progressão da calvície no longo prazo. Assim, dentro do que é possível em cada caso, deve-se transferir o maior número de fios de cabelo.

  1. Planejamento do Implante de Cabelo em Longo Prazo

Transplante Capilar com Técnica FUEDe nada adianta um transplante capilar realizado com qualidade e grande quantidade de fios que dê um bom resultado estético por apenas alguns anos. Com a progressão da calvície e a queda dos fios remanescentes (e persistência apenas dos fios transplantados) pode ficar evidente que o transplante capilar foi mal planejado, sem possibilidade de correção devido ao esgotamento da área doadora. Um implante de cabelo realmente bem sucedido deve possibilitar o bom resultado durante toda a vida. Isto é particularmente importante em pessoas jovens que têm perspectiva de perda no futuro.

Planejamento do implante de cabelo em longo prazo significa utilizar a área doadora com parcimônia, guardando-se fios para possíveis novos transplantes de cabelo à medida que a calvície progrida. Muitos pacientes relutam em abrir mão de transplantes de cabelo volumosos já no primeiro procedimento. Desejam uma solução imediata e contundente. Ouça com atenção os conselhos de um cirurgião honesto e esclarecido. Guardar parte da área doadora para o futuro garante melhor resultado em longo prazo.

Já vi muitos maus resultados de transplante de tabelo. Como evitar armadilhas e arrependimentos futuros?

 O conhecimento médico atual permite ótimos resultados em implante capilar com a técnica FUE, mas é necessário despender energia e fazer investimentos contínuos nos mais avançados equipamentos e no treinamento da equipe para oferecer aos pacientes o que existe de mais avançado em transplante de cabelo.

queda de cabelo pode afetar significativamente a autoestima e na busca de uma solução rápida para o problema muitas pessoas não tomam os cuidados mínimos necessários na escolha do médico. Consequência que todos conhecemos são resultados artificiais de transplantes capilares perceptíveis aos olhos de qualquer pessoa. Entretanto, não são só os resultados artificiais perceptíveis a qualquer pessoa que deve ser evitado. O implante de cabelo com a técnica FUE encerra riscos ocultos como a lesão de unidades foliculares que mesmo transplantadas não nascerão na área anteriormente calva e a destruição da área doadora, impedindo a realização de novos procedimentos futuros. Todos os anos milhares de pessoas são submetidas a implantes capilares  que comprometem irreversivelmente suas possibilidades de ter a área calva preenchida com aspecto natural. Ainda mais surpreendente é ver que celebridades, profissionais bem-sucedidos, pessoas esclarecidas apresentam sequelas de implantes de cabelo mal realizados. Cirurgias reparadoras minimizam o problema, mas não devolvem a essas vítimas a chance desperdiçada. Somente depois de resultados desastrosos é que muitos passam a dedicar significativo tempo na pesquisa sobre o assunto e sobre os médicos a serem consultados.

Certifique-se que o médico realmente é especialista em transplante com a Técnica FUE.

Veja cuidadosamente as fotos de antes e depois de outros pacientes que submeteram a um transplante capilar com o médico escolhido. Desconfie de fotos com iluminação ruim. Cuidado com fotos em que a posição do pré-operatório é diferente da posição do pós-operatório.

Aprender com o erro alheio é mais fácil. Pesquise bem sobre o profissional e seja criterioso na escolha do especialista em implante capilar com a técnica FUE. Quando se trata de saúde, nem sempre o critério preço é o mais indicado. Desconfie de baixo preço e cirurgias muito rápidas. Qualidade e rapidez não andam juntas. Tampouco acredite que o mais caro é obrigatoriamente o melhor. Use seu bom senso.

Não seja enganado!

Podem-se prometer mais fios do que efetivamente será transplantado. Pode-se prometer um resultado com densidade maior do que será efetivamente alcançado.Mostrar fotos de resultados excepcionais, com pessoas com características diferentes da sua, criam a ilusão de que seu resultado será igualmente bom.

Engana-se uma pessoa dando a ela exatamente o que ela quer e não o que ela precisa. Um transplante com muito cabelo e alta densidade é o que todos querem, mas incrivelmente isto pode ser inadequado no longo prazo. Em pacientes jovens, com previsão de grandes calvícies, o transplante com muitos fios e alta densidade dará um ótimo resultado no curto prazo (alguns anos). Com a progressão da calvície, entretanto, o esgotamento da área doadora causado pelo uso excessivo de fios transferidos impossibilita novas sessões. O resultado é um aspecto inestético e artificial em que há uma área pequena com alta densidade de cabelo e uma área calva extensa remanescente. O ótimo resultado obtido na juventude pode revelar um resultado grotesco pouco tempo depois.

Compartilhe: