TRANSPLANTE CAPILAR

Por que optar pela Técnica FUE com DNI?

 

A maior novidade em transplante capilar dos últimos tempos é a técnica FUE (Follicular Unit Extraction) com DNI (Dull Needle Implanter – ou, em português, implanter com agulha sem corte), criada pelo Dr. Mauro Speranzini, presidente da ABCRC – Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar para o biênio 2017/18.

A grande evolução da técnica FUE com DNI está na utilização do implanter adaptado, criado pelo Dr. Mauro Speranzini, que dispensa a tradicional pinça dos transplantes capilares.

Implantadores utilizados na cirurgia de transplante capilar com a técnica FUE É uma espécie de caneta com uma agulha sem corte na ponta, que faz as vezes de microcânula. Com ele, é possível realizar incisões bastante delicadas na área calva, com cerca de 0,5 mm, em vez do tradicional 1mm . Além disso, é possível retirar e já na sequência enxertar as unidades foliculares sem mexer muito com elas. É aí que está outro diferencial da técnica FUE com DNI, já que esse cuidado reduz o risco de prejudicar a circulação do local – a circulação é fundamental para que o cabelo implantado nasça – e de lesionar os fios que serão implantados. E, como eles ficam fora do corpo do paciente por pouquíssimo tempo, a adaptação pelo couro cabeludo aumenta significativamente.

A diferença entre o sucesso e o fracasso da fixação e crescimento do cabelo transplantado no couro cabeludo está em, durante a cirurgia, o médico manipular o mínimo possível as unidades foliculares, enxertá-las rapidamente e manter a circulação sanguínea local intacta. As três necessidades, são 100% atendidas com a técnica FUE com DNI.

 Dr. Mauro fala um pouco sobre as vantagens da Técnica FUE com DNI :

 

QUANDO O TRANSPLANTE CAPILAR É CONSIDERADO BEM-SUCEDIDO

A técnica FUE com DNI, por si só, não é sinônimo de milagre. Para que ela seja bem-sucedida e o resultado alcançado seja de excelência, o médico precisa ter experiência, a equipe deve ser bem treinada e os equipamentos cirúrgicos devem ser os mais avançados. Todas essas características são marcas registradas da Clínica Speranzini. Além disso, o paciente deve reunir as condições ideais para o sucesso da cirurgia, como ter área doadora suficiente para uma boa cobertura da área calva e ter uma expectativa realista sobre o resultado possível de ser alcançado em cada caso.

À FRENTE DOS AVANÇOS EM IMPLANTE CAPILAR

A capacidade de se atualizar e de acompanhar todas as evoluções mundiais em transplante capilar ao longo de mais de duas décadas levaram Dr. Mauro Speranzini a estar à frente das tendências da área. A aplicação da técnica FUE com DNI conta com alto índice de aprovação dos pacientes e o reconhecimento da comunidade médica internacional.

Por conta da criação da técnica, Dr. Mauro Speranzini palestra e ministra aulas mundo a fora, detalhando e ensinando seu método em países das Américas do Sul e Norte, Europa e Ásia.

Confira o vídeo explicativo completo da Técnica FUE com DNI :

Compartilhe: