Antes e depois: transplante capilar jovem

Prazer, meu nome é Caique Babara, sou um paciente aqui da clínica Speranzini. Fiz o meu tratamento há dez meses e estou fazendo hoje o retorno final e tive um resultado fantástico, muito acima do que eu esperava.

A gente entende que o meu caso é um caso atípico. Tenho vinte e seis anos, fiz com vinte e cinco anos, e muda muito a sua vida, sabe? Tinham coisas da rotina que acabava evitando fazer justamente por conta dessa situação de ser calvo como ir na piscina, ir na praia, usar, muitas vezes, o boné pra poder disfarçar, conseguir sair num lugar que tinha muita ventania. Então, são problemas que você acaba não tendo mais.

Eu fiz a minha primeira consulta com dezoito, dezenove anos, então eu já tinha um início de como estava sendo a minha calvície, então, eu peguei esses próximos anos pra fazer um acompanhamento da evolução. Quando eu vi que estabilizou um pouco, senti que era o momento, entendeu? Porque eu sentia que, essa fase da vida, era importante eu ter cabelo, vamos dizer assim. Eu entendo que com trinta anos, trinta e cinco anos, quarenta anos, vai ser algo muito mais comum e, para mim, até que normal. Aí vai depender de cada pessoa.

O doutor Mário foi bem transparente comigo em relação ao que a gente estaria fazendo hoje e o que resolveria hoje, e mostrando que a calvície não é algo que, vamos dizer assim, tem um limite de de data para parar de acontecer. Ela vem acontecendo, vem evoluindo e não tem como você prever qual que é o limite dela, entendeu? É esse alinhamento de expectativa você tem que ter, saber que é algo imprevisível.

Uma coisa que você pode fazer sobre isso é fazer o tratamento corretamente, enfim, para evitar e mitigar que esses fios acabem caindo, entendeu? Então, assim, no futuro, eu entendo que eu posso ter queda de cabelo em outros locais que eu não tenho hoje. Eventualmente eu vou ter que decidir se eu vou ter que fazer algum ajuste ou não, ou se naquele momento, naquela fase da minha vida, vai fazer sentido eu ter aquele trecho com com uma área calva, entendeu?

Eu tinha um uma área calva mais ou menos desse trecho aqui ,então era um trecho bem grande. Eu fiz esse desenho aqui e tirei aqui da doadora, certo? Foi algo que pra mim fez muito sentido, estou muito feliz com a minha escolha. Mudou muito a minha vida, o dia a dia, e espero que mantenha assim por um bom tempo.

Assine nossa newsletter e receba as novidades

    Aviso legal

    Todas as imagens mostradas nessa página são meramente ilustrativas. Cada caso é individual e não há garantias de resultado. Para mais informações, por favor entre em contato com a nossa equipe e agende uma consulta.

    Diretor técnico-médico: Dr. Mauro Speranzini, CRM 59.742/SP

    © Grupo Speranzini 2024 CNPJ: 022.071.63/0001-75. CRM 971.250/SP

    Todos os direitos reservados.